sexta-feira, 28 de setembro de 2007

CELOFANE

“Quando me olho no espelho vejo duas pessoas: quem eu sou e quem eu poderia ser.”

Mr. Celofane, Sr. Celofane, Doutor Transparente. Quem nunca viu o filme Xi Cagô, que sente na primeira privada, e quem nunca se vez a pergunta sobre, se notado por alguém, aquele sentimento de que...

“Ohhhhh ninguém me ouve, eu estou sozinho no mundo, ninguém me da atenção... AHHHHH eu quero morrerrr...”

Um tanto emo demais para o caso, mas como eu sempre digo, tudo passa, tudo passará, e nossa história não estará, pelo avesso assim sem final feliz, teremos coisas bonitas pra contar...hummm.. e aaaaaté lahhhhhh...vamos viver, temos muito ainda por fazer...não olhe pra tráaaaaaasssssss apenas começamos, o mundo começa a agoraaaaaaaaaaaaa ...aaaaaaaaaaaaaaaaa...apenas começamos !!!

:P ...não pude deixar de introduzir Metal contra as Nuvens do Legião Urbana...rsrsrs Muito 10 essa música...principalmente esse trecho final ^_^.

bom , é isso aeaweaeaweaweawe...rsrsrs... Olhem a frase acima e façam um boa reflexão...

(eu ja tive conclusões melhores...rrsrsrs)

4 comentários:

Mokitty disse...

Um espelho que mostra quem eu serei no futuro? Ás vezes pode mesmo ser assim... No reflexo do que existe hoje podemos ver o que podemos fazer por nós mesmos no amanhã. ^^
A sensação de não ser ouvido nunca, de não parecer incluído em algo é comum à todo mundo, nem ligo mais para isso... Meio que quem ri por último rir melhor nessas horas...
E às vezes passar despercebido é bom! ;)
Eu gosto do celofane, porque dá para fazer aqueles vitralzinhos de jardim de infância que ficam lindos depois que a gente cola na janela! ^^

CĿεأðأαηє ✭ disse...

Eu entendi de um outro jeito...
Para mim seria um espelho que mostra um eu diferente. Um eu que só existiria se determinadas escolhas, que não foram feitas, fossem feitas... Como se por eu escolher usar a blusa vermelha hoje pudesse mudar todo o meu futuro... então, uma imagem seria o meu futuro de blusa azul e a outra, o meu futuro de blusa vermelha...
e realmente pode não parecer, mas eu gosto de passar despercebida... eu sou tímida, mas como o Luis bem disse, eu disfarso muito bem...

Annita disse...

Humm... Serve pra se pensar...
"Quem eu sou e quem eu poderia ser"... Como minha querida irmã disse,"Um eu que só existiria se determinadas escolhas, que não foram feitas, fossem feitas..."
Mas, e o celofane? Naum entendi...
Mas que coisa...

Rodney Hanter Porlok disse...

Bahhhhh!

Obs: Cleidi, depois eu leio seu post... to com discada, e com sono... ^^